Bradesco/HSBC e Itaú/Citi: Como ficam as contas nos bancos?

Recentemente, dois dos maiores bancos brasileiros fizeram a compra de bancos estrangeiros que atuavam no país. O Bradesco comprou o HSBC por US$ 5,2 bilhões e já está com a mudança adiantada, enquanto o Itau comprou o banco Citi recentemente por R$ 710 milhões, valor considerado baixo entre os economistas. Essas negociações já vinham correndo a bastante tempo, mas só foram fechadas esse ano.

Em ambos os casos, os bancos brasileiros passam a deter todos os correntistas dos bancos comprados, assim como a movimentação de cartões de crédito, depósitos, empréstimos e todo o capital de investimento dos bancos estrangeiros, com exceção do atendimento a médias e grandes empresas, clientes institucionais (como fundos de pensão) e famílias com grandes fortunas – o chamado Private Bank – que ficaram de fora da transação, no caso do banco Citi.

O que muda para os clientes?

Negociações e valores à parte, nós clientes queremos saber como ficam nossas contas e serviços depois de tantas mudanças. Veja como ficarão os atendimentos nos dois bancos vendidos:

HSBC e Bradesco

Bom, vamos falar primeiro sobre o HSBC. Os clientes dessa instituição já podem utilizar os caixas eletrônicos e as agências do Bradesco, usando o cartão HSBC que já possuem. Por enquanto, todos os serviços continuarão da mesma forma, inclusive os locais de atendimento, ou seja, as agências HSBC passam a se chamar Bradesco e você continua fazendo nela todas as suas movimentações, sendo atendido pela mesma equipe. Os talões de cheque HSBC também podem continuar sendo usados normalmente.

Bradesco compra o HSBC, e como ficam as contas?

Bradesco compra o HSBC, e como ficam as contas?

Na internet, a página do HSBC, assim como contas no Twitter, Youtube, Linkedin e Facebook já foram desativadas. Por isso, qualquer informação sobre a mudança de HSBC para Bradesco deve ser procurada no site do banco Bradesco. Inclusive, na página inicial do site já tem a informação para quem veio do HSBC fazer a troca do token, utilizado no celular. Não apague seu token do HSBC antes de habilitar o novo token do Bradesco (tem tudo bem explicado no site).

Os números de sua agência e conta continuam os mesmos e não há movimentação sem a sua autorização. São mantidos também todos os serviços contratados, como taxas, tarifas e limites, pelo período previamente negociado. Ainda não há a possibilidade de solicitar cartões de crédito, talões de cheque ou empréstimos no Bradesco, mas isso será disponibilizado em breve.

Citibank Brasil – Itaú Unibanco

Como ficam as contas Citibank após sua venda para o Itau?

Como ficam as contas Citibank após sua venda para o Itau?

No caso dos clientes do Citibank, por enquanto, tudo ainda continua da mesma forma, já que a compra foi mais recente e ainda precisará receber o aval do Banco Central e do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Esta compra demorou a se definir porque outros bancos brasileiros estavam de olho no banco americano. No início, o Santander e o Bradesco estavam na disputa, juntamente com o Itaú. Mas com a compra do HSBC pelo Bradesco, ele ficou vetado de comprar qualquer outro banco por 30 dias, segundo uma determinação do CADE. Dessa forma, a compra ficou mais fácil para o Itau, que teve prioridade de compra, passando à frente do Santander.

O site do Citibank continua funcionando e traz a informação sobre a mudança para o banco Itaú. Já no site do Itau, ainda não há informações sobre a compra.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *