Recebi um cartão sem pedir: O que fazer?

Um dos principais produtos dos bancos e financeiras são os cartões de crédito. E eles querem a todo custo vender esse produto. Por isso, não é muito raro que algumas pessoas recebam cartões em casa, sem ter solicitado. Essa é uma tática das empresas para “forçar” o cliente a utilizar o seu produto. Acredito que a maioria dos que estão lendo este artigo nesse momento já passaram por essa situação.

Então, o que fazer quando se recebe um cartão de crédito que você não solicitou?

Os bancos e financeiras podem fazer isso?

Essa é a primeira pergunta a ser respondida. É importante que você saiba que esta prática não é legal, ou seja, os bancos e financeiras não podem enviar cartões de crédito para a sua residência sem que você tenha pedido. E apesar da proibição, muitas empresas continuam fazendo isso, ignorando as leis de proteção ao consumidor.

O que fazer então?

Se você foi “presenteado” com um cartão de crédito que você não solicitou, o correto é ignorar este cartão. Nenhum cartão de crédito é enviado desbloqueado para o cliente. Para desbloquear, é preciso seguir os passos que vêm explicados na carta que chega junto com o cartão. Normalmente tem um telefone e uma senha para que você entre em contato e faça o desbloqueio. Se você não deseja usar o cartão, é só não efetuar o desbloqueio. Se desejar, poderá ligar para a empresa para solicitar informações sobre o envio, mas normalmente isto não é necessário. Provavelmente o que vai acontecer é que o atendente vai tentar te convencer a desbloquear o cartão. Cuidado para não cair nessa armadilha!

Além de ignorar o cartão e poder ligar para a empresa para solicitar esclarecimentos, o que você pode fazer ao receber um cartão que você não pediu é entrar em contato com o Órgão de Defesa do Consumidor de sua cidade para registrar uma reclamação contra a empresa que enviou o cartão.

Recebeu um cartão que não solicitou? Ignore-o!

Em alguns casos isolados, pode acontecer de chegar algum tipo de cobrança após o envio do cartão, como taxa de adesão, anuidade, e cobranças por cartões adicionais, por exemplo. Nesse caso, onde há prejuízo financeiro e moral para o consumidor, pois o não pagamento de uma dívida que nem foi feita, pode levar o nome aos serviços de proteção ao crédito (SPC e SERASA), a reclamação pode ser passível de indenização. A reclamação pode ser feita no Procon e você deve explicar todo o prejuízo e inclusive levar as cobranças, para que sejam realizados os procedimentos cabíveis.

Como evitar este tipo de problema?

Sabemos que as empresas que oferecem crédito têm diversas formas de encontrar nomes, telefones e endereços de pessoas aleatórias, mas isso pode ser facilitado se você responder a pesquisas sobre cartões, seja na internet ou em lojas físicas. Muitas financeiras fazem pesquisas com os consumidores, pegando seus dados e depois oferecendo cartões que eles não pediram. Então, se não quiser receber encomendas não solicitadas em casa, evite passar seus dados para desconhecidos.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *