O Cartão Elo É Bem Aceito?

Na hora de escolher um cartão de crédito um dos pontos mais importantes é a bandeira. Ela determina a aceitação do cartão, ou seja, em quais estabelecimentos você poderá usá-lo como forma de pagamento. A bandeira nacional Elo, lançada em 2011 pelo Banco do Brasil e pelo Bradesco, é uma das marcas disponíveis em nosso país, mas será que ela é bem aceita no mercado? Hoje vamos discutir sobre a aceitação da bandeira no comércio.

Sobre a bandeira Elo

Antes de falarmos mais especificamente sobre a aceitação do cartão, é importante ressaltar o quão recente é a empresa Elo. A Visa, que é uma das concorrentes diretas na Elo em nosso país foi fundada em 1958, e a Mastercard, outra rival de peso, iniciou suas atividades em 1947. Por isso, é complicado comparar essas empresas sem levar em conta a história de atuação.

A Elo conseguiu em poucos anos se expandir enormemente pelo Brasil, tendo parceria hoje com mais de 1,6 milhões de estabelecimentos comerciais. Além disso, o número de clientes que utilizam a bandeira em seus cartões é crescente. Tudo isso indica a questão da aceitação, às vezes vista como um problema, tende a melhorar com o tempo.

Onde os cartões Elo são aceitos?

O Banco do Brasil e o Bradesco são responsáveis pela Elo e também pela Cielo. Por isso, todas as máquinas de cartão desta empresa são habilitadas para receber pagamentos com a bandeira do grupo. Com o fim do monopólio das bandeiras, outras empresas como a Rede e o Santander, que também operam no setor de recebimentos com cartão, passaram a aceitar os cartões Elo.

A escolha, no entanto, depende do comerciante, que pode ou não operar com determinada bandeira. Como comentamos antes, o número de estabelecimentos parceiros ultrapassa a casa dos milhões.

Cartão de crédito com a bandeira Elo

Cartão de crédito com a bandeira Elo tem se difundido entre os bancos grandes

A bandeira é bem aceita?

Assim que a bandeira Elo foi criada, muitos usuários se mostraram insatisfeitos por causa da aceitação, principalmente em cidades menores e nas compras pela internet. No entanto, com o passar dos anos a empresa se consolidou e o índice de queixas também diminuiu, já que a rede credenciada é cada vez maior. A questão é que os cartões Elo podem não ser tão aceitos quanto os que possuem bandeiras internacionais, como a Visa e a Mastercard.

Aliás, esse é mais um ponto fraco dos cartões Elo: eles só são aceitos aqui no Brasil. Em termos gerais, para uso cotidiano a bandeira atende bem aos usuários, mas ainda há quem considere a marca inferior às principais concorrentes.

O cartão é bom?

Se pensarmos em termos de segurança e consolidação da marca, é possível sim dizer que os cartões Elo são boas opções para o consumidor. Como a empresa é controlada pelo Banco do Brasil e pelo Bradesco, dois gigantes do setor bancários brasileiro, a confiabilidade está bastante garantida. Além disso, a parceria com as maquininhas da Cielo facilita a aceitação da marca nos estabelecimentos comerciais.

O contraponto fica com alguns problemas para utilizar o cartão em comércios menores e sites de venda, além da restrição como uma bandeira nacional. Dessa forma, podemos concluir que a Elo é uma empresa sólida e segura, mas a experiência de cada usuário define se ela é boa ou não como forma de pagamento.

[/caption]

Comentários
  1. Armando
    • Flávio
  2. Nynha
    • Flávio
  3. Armando
    • Flávio
      • Armando
  4. Renicarolina
    • Flávio
  5. wilson
    • Flávio
  6. Estela Marques
    • Flávio
  7. Getulio
    • Flávio
  8. Fernanda
    • Flávio
  9. jairo
    • Flávio
  10. Fabiana Chendes Lacerda
  11. Heberth Filipe Araújo de Oliveira
    • Flávio

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *