Quanto Pago de Juros se Atrasar o Cartão de Crédito?

Segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito, o cartão de crédito é a segunda principal causa de endividamento entre os brasileiros, ficando atrás somente dos carnês e boletos. Em junho de 2015, a somatória das dívidas com o cartão ultrapassaram a casa dos 33 milhões. A explicação para esse número tão alto pode estar na falta de informação dos consumidores.

Muita gente simplesmente não sabe o quanto paga de juros ao atrasa a fatura ou entre no crédito rotativo. Nesses casos, os encargos cobrados pelas administradoras beira o absurdo. De acordo com uma reportagem exibida em agosto no Jornal Hoje, a taxa cobrada pleo crédito rotativo chega a 796% ao ano dependendo do banco e do perfil do cliente.

O que é o crédito rotativo?

Observando a fatura do seu cartão de crédito você notará que existem dois valores: o total e o mínimo. O total corresponde a todas as despesas que você realizou com a forma de pagamento. Já o valor mínimo corresponde, geralmente, a 15% do total. Assim, uma fatura com total de R$1.000,00 tem mínimo de R$150.

O cliente pode optar por pagar qualquer valor entre o mínimo e o total. Porém, quando ele não quita o valor cheio é acionado o crédito rotativo. A dívida é empurrada para o mês seguinte, mas não sem custos.

A média para uso do crédito rotativo fica em torno dos 10% ao mês, mas essa porcentagem pode ser triplicada em alguns bancos.

Existe multa por atraso?

Os bancos também cobram multa quando o cliente não quita sua fatura na data devida. O Código de Defesa do Consumidor fixa a cobrança de multa por atraso em 2% ao mês. No entanto, ela não é proporcional aos dias corridos. Dessa forma, não importa se você atrasou o pagamento em 1 dia ou 30, a multa equivalerá a 2% do valor devido.

Aprenda sobre as dívidas do cartão para evitar dores de cabeça

Aprenda sobre as dívidas do cartão para evitar dores de cabeça

Além da multa por atraso existe ainda o juros de mora. A tarifa também tem teto fixado pelo CDC. Nesse caso, a cobrança não pode ultrapassar 1% ao mês. No total, os juros e multas somam 3%. Para uma fatura com valor de R$1.000,00, o cliente pagará, caso atrase o pagamento, R$30,00 de multa assim que quitar o valor devido.

Como as dívidas se acumulam?

Vamos imaginar que alguém recebeu uma fatura com valor total de R$1.000,00, mas pagou somente R$500,00. Os outros R$500,00 não quitados são jogados para o mês seguinte com acréscimo de 10% pelo uso do crédito rotativo + 2% de multa por atraso + 1% de mora. Assim, serão R$65,00 de encargos.

Essa pessoa, portanto, terá que pagar R$565,00 a mais no mês seguinte. Contudo, o mais provável é que ela continue gastando com o cartão. Se as despesas forem novamente de R$1.000,00, o total da fatura será R$1.565,00. O que acontece? Na falta do dinheiro, ela paga mais uma vez um valor abaixo do total e entra no rotativo.

O processo funciona como uma bola de neve, porque a dívida cresce a cada mês mas a renda não. Com o passar dos meses, o valor se torna praticamente impagável e o devedor só arca com os encargos mensais. Por isso, o uso do cartão de crédito deve ser feito de forma consciente, sem gastos excessivos.

[/caption]

Comentários
  1. Gilmario
    • Flávio
  2. Klyssia
    • Flávio
  3. Érica
    • Flávio
  4. natasha
    • Flávio

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *