Como funcionam as transferências entre bancos diferentes

Quem tem uma corrente em um banco e deseja transferir um valor para outra conta, em um banco diferente, precisa fazer uma DOC (Documento de Ordem de Crédito) ou uma TED (Transferência Eletrônica Disponível). Ambas são modalidades de transferências bancárias, que podem ser feitas por qualquer correntista, seja pessoa física ou jurídica.

Como esse é um assunto que gera muitas dúvidas entre nossos leitores, faremos um resumo explicando como funcionam estas transferências: prazos, limites, horários, devoluções de TED e DOC, etc.

Prazos e Limites para DOC e TED

Quando você faz uma DOC dentro do horário limite do seu banco, isto é, até às 22hs de um dia útil, o valor é descontado automaticamente da sua conta, porém, o dinheiro só cai na conta do beneficiário no próximo dia útil. O limite máximo para fazer uma DOC é de R$ 4.999,99. E não tem limite mínimo.

Já a TED tem a compensação mais rápida. O valor é descontado da conta na hora, e no máximo em 60 minutos está na conta do beneficiário, isso se for feita antes do horário limite, geralmente, 17hs de um dia útil. Quando a TED é feita depois do horário limite do banco, é feito um agendamento para o dia seguinte.

A TED não tem limite máximo para ser feita e, desde 2016, também não tem limite mínimo. Ou seja, em outras palavras, um TED pode ser feita em qualquer valor. Por isso, se a tarifa for a mesma no seu banco, é quase sempre melhor fazer uma TED.

Horários e Tarifas para TED e DOC

Algumas regras estão de acordo com cada banco, é o caso das tarifas e horários. Para saber quais são as tarifas para DOC e TED no seu banco, você pode acessar estas páginas aqui no Conta em Banco: Tabela de Tarifas de TED Bancário ou, de forma mais explicativa Qual é a tarifa de TED de cada banco? Outra alternativa é consultar o Internet Banking, ir até sua agência, entrar em contato com a Central de Atendimento Telefônico ou consultar o Banco Central que traz uma lista de todas as tarifas.

Os horários também variam e também podem ser consultados através da internet, telefone ou pessoalmente. Via de regra, um DOC pode ser emitido até as 21:59hs e um TED até as 16:59hs.

Veja agora os motivos para devolução de TED e DOC

Devolução de TED e DOC

Para fazer uma transferência bancária para bancos diferentes, é preciso ter em mãos todos os dados necessários (número da agência e da conta, CPF ou CNPJ do beneficiário, nome ou número do banco). É recomendável que se tenha também o nome completo do beneficiário para poder conferir antes de concluir a transação.

Se algum desses dados estiver errado, mesmo que seja por causa de um único dígito, ocorrerá a devolução do dinheiro para a conta do emitente. Esse é o principal motivo para devolução de TED e DOC.

Outro motivo para que ocorra a devolução é quando a conta não está efetivamente aberta. Alguns bancos demoram até dois dias úteis para efetivarem a abertura de contas. E caso seja feita uma transferência antes da efetivação, ocorrerá a devolução do dinheiro.

Em alguns casos, pode ocorrer a devolução de DOC e TED se não for informado o motivo da transferência. Junto com a devolução é possível verificar o motivo da mesma. Nesse caso, a devolução ocorre pelo motivo 59 (ausência do motivo do envio, natureza ou finalidade da operação).

Caso a conta beneficiária esteja bloqueada, seja por cancelamento ou ordem judicial, o valor também será devolvido.

Outro motivo de devolução de TED e DOC é se a conta beneficiária for uma conta-salário. Esse tipo de conta só recebe depósitos e transferências do empregador/empresa onde trabalha. Caso tente receber valores de terceiros, o dinheiro será devolvido para o remetente.

Em qualquer dos casos, se não foi um erro do banco, a tarifa não será devolvida, pois eles terão prestado o serviço. Muita atenção.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *