Composição de Renda no Financiamento: Quais as Vantagens?

Existem diversas formas de como adquirir um financiamento para o seu imóvel. Muitas vezes já está tudo certo para fechar negócio, quando algum imprevisto acontece e você se encontra impossibilitado de firmar um compromisso como este por causa da renda. Mas hoje nós trouxemos a solução.

A composição no Financiamento é um jeito fácil de resolver o problema da insuficiência de renda. Contudo, é de suma importância estar atento aos pontos positivos e negativos que esse método oferece aos envolvidos. Começando pela exigência de cada banco. No post a seguir vamos falar sobre isso e te ajudar a decidir se vale ou não a pena assumir os riscos desse tipo de transação.

Composição de Renda

Algumas agências bancárias, no momento da solicitação de composição de renda, exigem que haja vínculo familiar entre essas pessoas. Exemplo: Casamento, União estável/ homo afetiva, noivos, pais e filhos. Lembrando que a participação do cônjuge no financiamento do imóvel é indispensável ainda que o mesmo não possua renda; exceto o caso em que haja regime de separação de bens.

Ao mesmo tempo, bancos como a Caixa Econômica Federal, permitem composições de amigos, cônjuges e familiares num todo e ainda sem limitação de participantes, enquanto alguns bancos poderão limitar até 3 (três) participantes. A única exigência neste caso é que não haja restrição no cadastro dos candidatos ao financiamento. Chamamos de restrições quaisquer possíveis débitos ou pendências passadas, ainda que de baixo valor, o chamado “nome sujo”.

Vantagens da Composição de Renda

Se esta é a melhor opção para que haja o financiamento do seu imóvel, então, tenha cuidado ao escolher quem irá compor a renda no financiamento. Deve ser alguém próximo, de confiança, e, caso seja um/uma parceiro(a), tenha certeza de que está em um relacionamento estável e próspero, para que não haja arrependimentos nesse envolvimento que dura anos.

Isso porquê, pesquisas indicam que os interessados nesse tipo de financiamento normalmente são jovens recém-casados que ainda não tem estabilidade financeira e nem capital para um financiamento convencional.

A principal vantagem na composição de renda é que isso permite aos compradores adicionados que façam o uso do FGTS tanto para dar entrada quanto para a quitação de parcelas durante o financiamento, de acordo com as condições de uso previstas em lei.

financiamento

Composição de Renda em um Financiamento: Entenda.

Desvantagens da Composição de Renda

  1. O imóvel passa a ser dos outros envolvidos também. O que não é o previsto quando se sonha em ter uma casa PRÓPRIA.
  2. Mas e se depois eu puder assumir toda a situação? Bom, aí teremos burocracias para lidar. Existem despesas definidas para a transferência do imóvel, são elas:
    • Análise cadastral (Banco);
    • Pagamento do Imposto de Transmissão (ITBI);
    • Registro da operação de transferência no Cartório de Imóveis.
  3. A idade do comprador mais velho influencia no prazo concedido para quitação do imóvel. Nesse caso, repense em quem você está prestes a envolver no processo, pois, se o comprador tiver idade avançada, o prazo será menor e a parcela, maior. Sem falar na possibilidade do falecimento e os problemas que surgirão tratando-se de herdeiros, inventário e etc.

Por fim, podemos afirmar que a compra de um imóvel por composição de renda é possível, mas, certamente, exige planejamento e orçamento prévio que possibilitem a realização desse sonho. Devemos ser realistas e entender que muitas vezes essa é a única alternativa para os brasileiros realizarem o sonho da casa própria.

Isso não deixa de significar que é preciso ser cauteloso como em qualquer grande compra que realizamos ao longo da vida, principalmente quando isso se trata de saber escolher em quem está depositando confiança no momento de dividir um bem como um imóvel.

Não se esqueça de que o ideal é que se tenha a maior renda entre os compradores para ter prioridade na nomeação do imóvel. Uma dica é abrir uma poupança anos antes de decidir entrar em um financiamento em longo prazo como este, além do levantamento de contas e estudo da possibilidade.

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários e não deixa de conferir os outros textos que temos a respeito de financiamento e todos os seus prós e contras.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *