Giro Caixa Fácil

Você sabe o que quer dizer capital de giro? Toda empresa precisa ter certa quantidade de dinheiro que serve para possibilitar ações cotidianas, ou seja, para suprir as necessidades financeiras do negócio. Esse montante é chamado de capital de giro, capital circulante ou ativo corrente. De acordo com a Wikipedia:

O Capital de Giro (CDG) é o recurso utilizado para sustentar as operações do dia-a-dia da empresa, ou seja, é o capital disponível para condução normal dos negócios da empresa (Fonte: Wikipedia).

Pensando dessa forma, a abertura de uma empresa requer dois tipos de investimento: o primeiro serve para a estrutura básica da empresa, como compra máquinas e materiais; o segundo é o capital de giro, que circula com frequência mas deve ser mantido para sustentar essas operações do dia-a-dia.

Giro Caixa Fácil

Para obtenção do capital de giro, quase sempre é necessário que o empresário recorra a uma linha de crédito. O ideal é que esse empréstimo ofereça boas condições de pagamento e custo reduzido, para que não se torne uma dívida ao invés de uma solução para o negócio. Uma das melhores opções disponíveis para esse fim é o Giro Caixa Fácil da Caixa Econômica Federal. Essa linha de crédito oferece juros competitivos em relação a outros bancos, facilidade na contratação e prazo de até 40 meses para pagamento.

Quem pode contratar?

A contratação do Giro Caixa Fácil fica limitada a pessoas jurídicas que tenham uma conta empresarial na Caixa Econômica. O faturamento anual bruto da empresa não pode ultrapassar R$50 milhões, mas não é estabelecido um faturamento mínimo. Além dessas condições, o cliente precisa possuir o produto Cheque Empresa Caixa e, claro, apresentar capacidade de pagamento do valor emprestado.

Pode ser solicitado por MEIs?

Os microempreendedores individuais que tiverem interesse também poderão contratar o empréstimo para auxiliar no desenvolvimento do próprio negócio. Aliás, uma das vantagens de se tornar um MEI é a possibilidade de contratação de crédito com juros reduzidos para expandir ou manter a pequena empresa em funcionamento. A dica para esses empresários é conversar com o gerente de sua conta para saber se o Giro Caixa Fácil é o mais indicado para você.

Capital de Giro

Capital de Giro

Como funciona?

O cálculo do valor de crédito ira depender das necessidades de cada empresa e da análise financeira realizada pelo banco. O valor máximo é de R$1 milhão, sendo disponibilizado para utilização na conta empresarial do cliente. Como dissemos anteriormente, o prazo para pagamento do empréstimo é de até 40 meses, dependendo das condições fixadas em contrato. Nos contratos com valor até R$100 mil, Cédulas de Crédito Bancário são usadas como garantia. Acima desse valor o banco exige garantias reais para a concessão do empréstimo.

Quais são os juros e tarifas?

Todo empréstimo tem cobrança de juros e tarifas que devem ser bem avaliados pelo solicitante. No caso do Giro Caixa Fácil, os encargos são cobrados da seguinte forma:

  • juros mensais pré-fixados no ato da contratação;
  • juros de acerto caso o prazo entre a liberação do crédito e primeiro vencimento seja superior a 30 dias;
  • cobrança de IOF (Imposto sobre Operação Financeira) a cada uso do limite;
  • tarifa de abertura de crédito equivalente a 1% da transação (limite mínimo de R$20 e máximo de R$1.000).

Como contratar?

Para adquirir o Giro Caixa Fácil é necessário procurar uma agência da Caixa Econômica e conversar diretamente com o gerente da conta. Ele informará quais são os documentos necessários para que seja feita a análise de risco de crédito. Depois que a documentação for apresentada, o cliente precisa aguardar a aprovação do limite. Sendo aprovado o contratante assina o contrato na agência e tem o limite liberado para utilização em sua conta.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *