Entenda Como Funciona o Rendimento da Poupança

Em 2012, quando o Governo Federal alterou o rendimento da poupança, o grande medo dos brasileiros era uma queda no rendimento. No entanto, com vinculação da lucratividade do rendimento à Selic, ainda não houve motivo para preocupação. A complexa situação financeira do país na atualidade tem mantido a taxa básica de juros bem alta, garantindo, assim, manutenção da fórmula antiga da rentabilidade da caderneta de poupança.

Em comparação a outros investimentos, a poupança não é muito lucrativa. Porém, a praticidade torna a caderneta bastante atrativa para a maior parte dos brasileiros que quer juntar dinheiro. Pensando nisso, hoje explicaremos melhor como funciona o rendimento da poupança. Além da fórmula para cálculo de juros, mostraremos também os significados do principais termos relacionados à caderneta de poupança.

Rendimento da Poupança

O rendimento da poupança é pautado pela Selic. Por isso, existem duas fórmulas vigentes:

  • Taxa Referencial (TR) + 0,5% ao mês quando a Selic for superior a 8,5%;
  • Taxa Referencial (TR) + 70% da Selic quando a taxa for inferior a 8,5%.

Complicado? Um pouco. O mais importante aqui é compreender que a Selic superior a 8,5% ao ano mantém o cálculo antigo da rentabilidade, em torno dos 6% ano ano. Somente quando a taxa básica de juros se tornar menor que 8,5% usaremos a segunda fórmula.

Agora, para que você possa entender melhor as duas fórmulas, vamos explicar o que é a Selic e a Taxa Referencial.

A poupança é como um cofrinho que multiplica seu dinheiro

A poupança é como um cofrinho que multiplica seu dinheiro

O Que É a Selic?

A sigla Selic se refere ao Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Esse sistema é usado para regular as transações entre bancos de curto prazo lastreadas com títulos públicos. As operações desse tipo têm como risco apenas o não pagamento de dívidas por parte do governo, já que o lastro são os títulos públicos. Por essa razão, a taxa fixada para a Selic serve como referência para diversos cálculos de juros na economia do país.

O Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne periodicamente para estabelecer a meta da Selic. Nas últimas reuniões do comitê, optou-se por elevar gradativamente a taxa de juros a fim de controlar a inflação. Atualmente a Selic é de 14,25 ao ano. Dessa forma, o cálculo do rendimento da poupança não tem sido alterado pela taxa básica de juros.

O Que É Taxa Referencial?

Voltando ao rendimento da caderneta de poupança, atualmente o cálculo equivale a 0,5% ao mês + TR. Por isso, entender o que é a TR é essencial par ao investidor.

A Taxa Referencial (TR), como o próprio nome revela, é um índice de referência para o cálculo de juros. Ela foi criada em 1991 como parte do Plano Collor II. Por isso, durante o início da década de 90 muitos financiamentos eram baseados na TR, com elevações constantes. Hoje, a situação financeira do país é bem diferente. A taxa ainda é usada, mas suas oscilações não são tão grandes.

Na prática, a TR acrescenta bem pouco aos juros da poupança. Em 2014, o acumulado da taxa foi de 0,8592%. Assim, o cálculo do rendimento da poupança no decorrer do ano anterior foi de 6,85%.

Aniversário da Poupança

Outro ponto essencial para a compreensão do rendimento da poupança é o aniversário. Vamos supor que você aplicou R$1 mil na caderneta no dia 10 desse mês. Nesse caso, você precisará esperar até o dia 10 do mês que vem para que o valor investido possa se tornar maior.

Como o rendimento da caderneta de poupança é mensal, saber o aniversário do investimento é a melhor forma de evitar resgastes antes da hora. O problema é que você pode fazer aplicações quando quiser. Assim, o saldo total da poupança acumula diferentes aniversários de rendimento. Por isso, muitos bancos oferecem o “aniversário inteligente”. Dessa forma, quando você saca parte do valor investido na poupança o aniversário usado é aquele que mais beneficia o investidor.

Ainda com relação à data do rendimento, vale salientar que depósitos feitos no fim de semana ou feriado tem como dia base o próximo dia útil. Já para as aplicações feitas nos dias 29, 30  e 31 de cada mês, o aniversário será no dia primeiro do mês seguinte (por causa do fechamento do mês bancário).

Aplicação e Resgate

Aplicação e resgate são outros dois conceitos fundamentais para a caderneta de poupança, ou melhor, para qualquer investimento.

O primeiro passo para começar a juntar dinheiro na poupança é fazer uma aplicação, ou seja, depositar qualquer valor na caderneta. Você pode aplicar um valor maior, por exemplo, o seu décimo terceiro ou um acerto após demissão. Quando o valor aplicado é maior, o rendimento também cresce. Imaginando que você tenha aplicado R$10 mil, no primeiro aniversário seu saldo crescerá aproximadamente R$60.

O resgate é quando você retira o valor aplicado no investimento. No caso da poupança isso funciona de forma um pouco diferente porque nem sempre retiramos todo o valor aplicado. Voltando ao exemplo anterior, você poderá resgatar, após 1 mês, R$10.060,00. Porém, a cada novo aniversário o rendimento será maior.

Outra opção é tirar somente os R$60 de rendimento e manter o valor inicial na poupança. Em uma situação emergencial, você também poderá resgatar uma parte maior do dinheiro, mas mantendo o saldo restante. Resumidamente, a poupança facilita bastante os resgates e eles podem ser feitos de diferentes maneiras. A única dica é sempre observar a questão do aniversário para não perder o rendimento mensal.

Aprenda a calcular o rendimento da sua poupança

Aprenda a calcular o rendimento da sua poupança

Banco Central: Remuneração dos Depósitos da Poupança – Simulação

Se depois de tudo isso você ainda está com dúvidas sobre o rendimento da caderneta de poupança, tudo bem. Não é necessário fazer cálculos complicados para saber o quanto seu investimento lhe rendeu no último mês. O Banco Central oferece essas informações de forma simplificada em seu site, mês a mês: www4.bcb.gov.br/pec/poupanca/poupanca.asp.

Acessando o link você verá uma tabela com todas as variações na remuneração da poupança nos últimos. Mas ainda existe um caminho mais fácil para calcular seus rendimentos: a Calculadora do Cidadão. Essa ferramenta do Bacen faz todo o cálculo do rendimento para você, bastando informar apenas o valor, a data inicial a e a data final. Observe também a regra de correção, que varia conforme a data em que você passou a guardar o dinheiro na poupança.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *