O que é renda passiva? Saiba como Ganhar Dinheiro sem Sair de Casa

Imagine ter renda garantida todo mês, sem precisar cumprir horários, bater metas ou agradar o chefe. Esse é sonho de muita gente, mas a oferta parece boa de mais para ser verdade, não é mesmo?

Esse não é mais um texto incentivando o empreendedorismo ou mesmo investimentos mirabolantes em cadeias de sucesso, como encontramos em diversas ofertas na internet. A proposta é fazer o seu dinheiro trabalhar, para que você possa viver de renda, longe das limitações impostas por um emprego tradicional. Para investir nesse negócio, basta deixar que o seu dinheiro trabalhe por você, gerando o que é chamado de renda passiva.

O que é Renda Passiva?

Renda passiva é o termo técnico usado para denominar a situação em que o próprio dinheiro gera mais dinheiro. Ou seja, é um ciclo vicioso, no qual o investimento gera lucro e o lucro gera investimento e assim por diante. A ideia é bem simples e com certeza deve ter despertado o seu interesse, mas você ainda deve estar se perguntando, como é possível gerar dinheiro a partir do próprio dinheiro?

Para saber como tornar essa ação possível é necessário se familiarizar com o mercado financeiro. A verdade é que o tema ainda assusta muita gente, mas a falta de informação é o maior responsável por causar essa estranheza. Por isso, é importante entender os princípios que regem esse mercado, com o objetivo de apostar nas possibilidades de maior rendimento financeiro. Entretanto, para ter sucesso é necessário atenção e cautela para se debruçar sobre o novo investimento.

Há três maneiras de você garantir uma quantia mensal suficiente para poder viver apenas do rendimento financeiro da sua carteira. Entenda como funciona, cada uma delas:

  1. Investimento de Capital;
  2. Mercado Imobiliário;
  3. Mercado financeiro por meio de Dividendos;
renda passiva

Saiba como Investir na geração de Renda Passiva

Ao falarmos de Investimento de Capital estamos nos referindo às aplicações como poupança, tesouro direto e outros fundos, nos quais a sua remuneração é relativa ao valor investido de acordo com um taxa acertada. Geralmente, esse tipo de rendimento é baixo e funciona mais como renda extra do que renda principal. Porém, dependendo do valor aplicado é matematicamente possível viver do rendimento mensal desses fundos, uma vez que altas aplicações também geram altos lucros. 

Outra possibilidade é investir no Mercado Imobiliário é fazer valer o ditado popular de que “quem compra terra, nunca erra”. Não é novidade dizer que investir em imóveis é uma boa opção para fazer o seu dinheiro girar. Além da valorização do imóvel relacionada a melhoria da infraestrutura da região é importante considerar os lucros referente ao regime de locação. Ou seja, a renda passiva gerada aqui será resultado do aluguel de imóveis que qualquer natureza. Sejam eles, casa, loja, terreno, salão, galpão, etc.

Nessa modalidade é impossível mensurar a quantia mensal que você pode arrecadar. Mas, é importante tomar cuidado para escolher em quais imóveis investir, e gerenciar para que o mínimo possível de unidades fiquem vazias por muito tempo. Considerando a instabilidade do sistema previdenciário do Brasil, investir em imóveis para aluguel é uma boa forma de garantir aposentadoria das futuras gerações.

Por último, mas talvez o mais importante, é o Mercado Financeiro por meio de Dividendos. Essa modalidade é popularmente conhecia como investir na bolsa e não é utilizada com tanta frequência por trabalhadores assalariados, devido a falta de informação e medo. Apesar do que muitos acreditam, o mercado de ações na bolsa de valores é aberto e acessível a grande maioria da população, porém, nem todos os cidadãos tiram proveito disso. Além da falta de conhecimento para iniciar esse processo de investimento, muita gente não sabe como administrá-lo a longo prazo, fazendo do mercado de ações um verdadeiro cassino.

É que para investir na bolsa de valores você precisa adquirir ações. Ou seja, comprar uma porcentagem de uma empresa a fim de investir em sua melhoria, visando os lucros futuros. Ao fazer esse investimento, você se tornar sócio dela e passa ter direito a receber uma participação anual nos lucros, proporcional ao seu investimento. Essa máquina de fazer dinheiro pode resultar em ganhos elevadíssimos, mas também pode constituir um ralo imenso para suas economias ao investir em empresas sem futuro. 

Funciona assim: você monta uma carteira de ações com grandes empresas e investimentos seguros que irão lhe garantir um bom retorno. Passa a receber a valorização e a participação no lucro dessas empresas, usa esse rendimento para comprar mais ações e quando se der conta você terá uma quantia mensal considerável, fruto dessas ações. Nesse momento poderá dizer que não precisa mais de trabalhar e pode então, passar a viver de renda.

Vale ressaltar que esse mercado necessita preparo e estudo para que você compre as ações corretas, mas isso é assunto para outro dia. Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários. Compartilhe também suas experiências com as demais oportunidades de investimento em renda passiva.

[/caption]

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *