Envelope Vazio: Entenda o Golpe do Depósito sem Dinheiro nos Caixas Eletrônicos

Uma nova modalidade de golpe tem se tornado comum atualmente. Trata-se do chamado golpe do envelope vazio ou do falso depósito. Apesar de relativamente simples na sua execução, cada vez mais pessoas têm sido enganadas por essa estratégia, principalmente por desinformação e falta de atenção no momento de concretizar uma venda ou negócio.

De maneira básica, esse golpe trata-se de um falso depósito, realizado pelo golpista no caixa eletrônico. Ele vai ao banco, e realiza um depósito sem colocar nenhum recurso, seja dinheiro ou cheque, dentro do envelope, inserindo-o vazio no caixa. Assim, ele consegue obter um comprovante de depósito, mesmo sem utilizar qualquer quantia.

Como normalmente são necessárias cerca de 24 horas para que o valor depositado no caixa eletrônico caia na conta do favorecido, ele pode retornar ao local onde se encontra a vítima, entregar o comprovante para ela e assim obter o produto ou fechar o negócio em questão, sem ter feito qualquer pagamento. Normalmente, quando a pessoa percebe o falso deposito já é tarde de mais.

Qualquer um dos principais bancos está sujeito a uma situação dessas. Seja Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou qualquer outra instituição, os procedimentos para depósito no caixa eletrônico são semelhantes, com o valor caindo na conta do favorecido apenas no dia seguinte, exatamente por ser necessária a checagem do envelope. Assim, desconfie de ofertas de negócio com pagamento feito por esse tipo de depósito.

Como evitar?

A principal medida é tomar muito cuidado ao vender qualquer produto ou fechar um negócio, principalmente quando a negociação for realizada pela a internet. Não aceite pagamento feitos por depósito no caixa eletrônico, ou então, quando aceitar, só entregue o produto ou encerre o negócio quando obtiver a confirmação de que o dinheiro já está na sua conta.

envelope-vazio

No golpe, o depósito é realizado com o envelope vazio.

Você também pode exigir que o depósito seja realizado na boca do caixa, já que aí terá a certeza de que a pessoa realmente pagou. Outra opção é exigir uma transferência bancária, por DOC ou TED, que mesmo custando um pouco mais, por conta de taxas envolvidas nesse tipo de transação, é uma garantia de que o pagamento foi de fato realizado.

Esses golpistas costumam ter muita lábia, por isso não acredite em qualquer tipo de promessa, por mais confiável que a pessoa pareça. Sempre duvide e desconfie de propostas que sejam muito boas, mais do que o comum para negócios ou produtos do mesmo tipo. Também tenha calma antes de fechar o negócio. A pressa pode fazer com que você seja enganado, e tenha um grande prejuízo.

Denuncie

Esse tipo de golpe se trata do crime de estelionato, que é definido no artigo 171 do Código Penal como:

“Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”.

A pena prevista é de um a cinco anos de prisão, mais o pagamento de uma multa. Por isso, é importante que você denuncie caso caia nesse golpe, ou saiba de algum caso de alguém que tenha sido vítima. Também é interessante que se fale sobre isso, pois quanto mais pessoas souberem dessa estratégia utilizada por criminosos, menos pessoas serão vítimas.

[/caption]

Comentários
  1. Raphael

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *