iToken Itaú: como habilitar, desbloquear e usar a senha

Usar os serviços bancários pela internet já faz parte da vida de muitos brasileiros. Porém, a preocupação com a segurança das transações é grande tanto entre os usuários quanto entre os bancos. Como as instituições financeiras têm a responsabilidade de oferecer serviços totalmente seguros, novas tecnologias são constantemente implementadas para garantir a confiabilidade de todas as operações feitas à distância.

Um das opções disponíveis para aumentar a segurança dos clientes é o iToken do Itaú. Ferramentas semelhantes são usadas por outros bancos, como é o caso do Token Bradesco. Trata-se de um dispositivo gerador de senhas, que possibilita o uso dos códigos em transações de maior risco. Assim, o cliente passa a ter nas mãos uma nova senha sempre que precisar.

Como funciona?

O iToken surgiu há alguns anos como um pequeno dispositivo que poderia ser usado como um chaveiro. Ele possuía um visor onde as senhas de seis dígitos apareciam aleatoriamente quando o cliente entrava em sua conta a partir da internet.

Porém, hoje em dia nem é preciso ter o chaveiro para conseguir usas as senhas. O gerador pode ser instalado no seu smartphone. Outra opção é solicitar as senhas do iToken por SMS. Dessa forma, o cliente do Itaú tem várias possibilidades para gerar códigos de segurança que são solicitados em algumas transações que são feitas online.

O que acontece é que com o iToken você gera uma senha provisória para uso somente naquela solicitação. Dessa forma, a senha real do banco permanece protegida quando você utiliza a internet e um possível invasor não consegue gerar códigos sem o iToken cadastrado. É dessa forma que ele tornas as operações mais seguras.

Conheça o funcionamento do iToken

Conheça o funcionamento do iToken

 

A senha gerada pelo iToken muda a cada 20 segundos. Assim, programas especializados em descobrir senhas não conseguem decifrar o código.

No Itaú, os chaveiros que já foram concedidos a alguns usuários já começam a perder espaço para o aplicativo de celular e o iToken por SMS. A tendência é que o dispositivo desapareça e seja totalmente substituído pelo app, que é bem mais prático.

Como habilitar o iToken?

É bem simples habilitar e usar o iToken em seu smartphone ou tablet. Por SMS, até mesmo os celulares mais simples podem ser usados. Veja como:

Aplicativo iToken

O app pode ser instalado em aparelhos com sistema Android, iOS ou Windows. Para fazer o download gratuito, basta procurar pelo aplicativo do iToken e solicitar a instalação. É importante ressaltar que o app é integrado ao do Itaú, que você já deve ter instalado em seu celular. Depois de seguir todo o processo de instalação, o primeiro passo para usar sua senha é acessar a opção iToken. Depois digite a agência e a senha e visualize sua senha. Um detalhe importante: você não precisará de acesso a internet para solicitar senhas.

iToken por SMS

Para usar o iToken por SMS, você precisará primeiro entrar em sua conta pelo internet banking ou pelo aplicativo do Itaú. No menu segurança, clique em “iToken por SMS”. Depois, é necessário ir até um caixa eletrônico do banco, inserir seu cartão e sua senha e habilitar o sistema de segurança. No terminal, clique em “Mais Opções”, depois em “iToken por SMS”. Após a habilitação, será possível solicitar as senhas pelo seu telefone.

[/caption]

Comentários
  1. Fabiana
    • Flávio
  2. Deivid
  3. Leonardo
    • Flávio
  4. Clelia
    • Flávio
  5. Gabriel
    • Flávio

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *