Qual o Limite de Saque no Caixa? Saiba como retirar valores altos

Ao abrir conta em um novo banco, é muito comum ficar perdido, em relação aos valores de saque disponíveis para sua conta. O limite de saque nos caixas eletrônicos pode variar de acordo com o banco em que se abriu a conta e o tipo de conta contratada. Os bancos são livres para estipularem limites para saque nos caixas eletrônicos, uma vez que, não há nenhum critério ou lei que estabeleça alguma restrição. O que existe são recomendações estabelecidas pela Banco Central, mas não são regras.

De toda forma, sacar dinheiro não é um hábito recomendado por especialistas em segurança, principalmente, se a quantia em questão for considerada alta. Portanto, quando precisar movimentar quantias elevadas, sempre procure por meios alternativos.

Saques de Grandes Quantias

Para sacar valores maiores que o limite fornecido pelo seu banco é necessário que você recorra à sua agência bancária com o cartão, em mãos, além do documento de identidade (RG, CNH, carteira de trabalho) e solicite a operação pessoalmente. Neste caso, os limites de saque na boca do caixa, dentro da agência do seu banco é de cinco mil reais (R$5.000,00).

Se houver a necessidade de sacar valores superiores ao limite de cinco mil reais, é preciso entrar em contato com o banco com antecedência para que o valor seja reservado. Nos casos em que o valor seja acima de cinquenta mil reais (R$50.000,00), o pedido de saque deve ser feito com três dias de antecedência, seguindo uma nova norma recém estipulada pelo Banco Central.

Abaixo, você vai conferir o limite de saque nos caixas eletrônicos de cada instituição e vamos explicar, o procedimento para sacar quantias maiores. Esse tipo de procedimento é, no geral, igual para todas as instituições financeiras. Ficou interessado? Confira, agora:

Limite de Saque

Saques de alta quantia. Saiba como proceder.

Saque nos Caixas Eletrônicos

Não tem um número máximo de saques que podem ser realizados por mês, porém, de acordo com a modalidade de conta aberta, estes saques podem ser cobrados se ultrapassarem os acordados no contrato. O Banco Central propõe que o cliente tenha direito a gratuidade de quatro saques por mês, em caixa eletrônico.

Caso seja necessário um maior número de saques, será cobrada a tarifa determinada pelo banco, e indicada em contrato. Estas tarifas também variam de acordo com a instituição e modalidade de conta utilizada – que pode permitir mais transações, sem cobrar nada por isso. 

Existe também um limite de valor que pode ser sacado nos caixas eletrônicos e cada banco possui um limite pré-estabelecido. Confira o limite para esse tipo de saque, nos principais bancos que operam no mercado brasileiro:

Banco Do Brasil: O limite aqui varia de acordo com o cartão a ser utilizado. Por exemplo, se você possui um cartão com chip você pode alterar este limite para sacar até 30 notas por saque. Se o cartão utilizado não possui chip, o banco estabelece o valor de oitocentos reais (R$800,00), por transação. No caso de cartões para saque do INSS, o limite é fixo de dois mil reais (R$2.000,00).

Bradesco: O limite neste caso é de mil reais (R$1.000,00) para conta corrente das 6h às 21:59h, com dispositivo de segurança. Para saque em conta corrente, conta poupança ou cartão empresa, sem o dispositivo de segurança, o valor fica restrito a oitocentos reais (R$800,00), durante o horário indicado.

Os saques efetuados com o cartão do INSS ou realizados entre às 22 horas e as 6 horas da manhã tem o limite fixado, em de trezentos reais (R$300,00), por dia.

Caixa Econômica Federal: Na Caixa, o valor varia entre mil reais (R$1.000,00) e mil e quinhentos reais (R$1.500,00). Essa variação irá depender do tipo de conta contratada e dos dispositivos de segurança da mesma. A Caixa também estabelece que o limite de saques diários, seja restrito à três saques, por dia, sejam por meio do caixa eletrônico, guichê ou pela lotérica.

No período noturno, das 22 horas às 6 horas da manhã, o valor máximo de saque é de trezentos reais (R$300,00).

Itaú: Os limites aqui podem ser personalizados, tais como os limites do Banco do Brasil. No geral, o limite diário tem valor de setecentos reais (R$700,00) para saques realizados entre as 6h da manhã às 21:59h da noite. Assim, como os bancos anteriores, o período noturno tem uma redução desse valor, sendo fixado em trezentos reais (R$300,00).

Santander: No caso dessa instituição, o limite é diferente para cada cliente de acordo com a conta contratada, a personalização do saque e se há cadastro da biometria. Os limites podem variar entre oitocentos (R$800,00) e mil e quinhentos reais (R$1.500,00), por dia, entre as 6 da manhã e as 22 horas. Para o período noturno, o saque segue o mesmo padrão dos outros bancos, sendo de trezentos reais (R$300,00), por dia.

Outras opções de Saque

Existe também outras formar de sacar dinheiro, entre essas alternativas está o saque através dos terminais da rede Banco 24horas. Nesse caso, são seguidas as mesmas regras dos bancos citados acima, em que limites diferentes para cada tipo de cartão.

Os saques realizados entre 6 horas e 22 horas com um cartão que possua chip tem limite de até mil e quinhentos reais (R$ 1.500,00), os cartões sem chip tem limite de oitocentos reais (R$800,00) e os cartões para saque do benefício INSS tem o limite de mil e quinhentos reais (R$1.500,00).

 

Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários que teremos o maior prazer em lhe ajudar.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *