Posso Ter uma Conta Corrente no Exterior?

Depois que o Governo Federal elevou o IOF de todas as transações internacionais para 6,38%, viajar para o exterior passou a exigir um pouco mais de cuidado em relação às formas de pagamento utilizadas. Nesse contexto, uma alternativa encontrada por algumas pessoas foi abrir uma conta corrente no exterior. Dessa forma, é possível fazer as transações sem a cobrança de IOF. Vamos entender um pouco melhor como essa alternativa funciona.

Posso abrir uma conta corrente em outro país?

Sim, é possível abrir uma conta corrente em outro país estando no Brasil ou durante viagens mais longas e intercâmbios. Dependendo do banco escolhido, o correntista fica isento de tarifas se mantiver um saldo mínimo de US$1 mil.

As transferências para a conta no exterior podem ser feitas pela internet, a partir uma conta corrente daqui, com IOF de 0,38% e dólar comercial. Para movimentar o saldo, o cliente recebe uma cartão de débito e pode utilizá-lo para compras e pagamentos.

Além disso, quem tem uma conta no exterior pode fazer saques em caixas eletrônicos, com tarifa média de US$2 por transação. Assim, os custos totais das transações pode ser menor que o de pagamentos com cartão de crédito, cartão pré-pago e cheques de viagem, dependendo dos valores e do modo como o viajante utiliza essas formas de pagamento.

Cartões de débito do BB Americas

Cartões de débito do BB Americas

Banco do Brasil das Americas

Banco do Brasil
Em 2012 o Banco do Brasil adquiriu o antigo Eurobank, que passou a chamar Banco do Brasil Americas. Por isso, qualquer cliente da instituição pode abrir uma conta na empresa estrangeira, aproveitando os benefícios que mencionamos anteriormente.

Para abrir uma conta no BB Americas, o cliente brasileiro deve entrar em contato por e-mail. Primeiramente, é preciso acessar a página: www.bbamericas.com/br/como-entrar-em-contato. Lá é possível encontrar informações sobre como contatar o banco em português. O e-mail para envio da mensagem sobre abertura de conta é csc@bbamericas.com.

HSBC

Os cliente do banco HSBC também têm a possibilidade de abrir uma conta em outro país (EUA e Europa) daqui do Brasil. O próprio banco encaminha uma solicitação para o International Banking Center (IBC) indicando o cliente e, se não houver nenhum tipo de restrição, a conta à distância é aberta.

HSBCPara solicitar a abertura da conta é necessário ser correntista do HSBC. O interessado deve procurar o seu gerente de relacionamento para dar início ao processo. Se o procedimento for possível, o IBC entrará em contato por e-mail enviando todos os formulários para a abertura da conta. Esses documentos devem ser entregues ao gerente seu gerente no HSBC.

Quando tudo for resolvido, o HSBC entrará em contato para passar as informações da conta no exterior. O cliente receberá os cartões em seu endereço aqui no Brasil e poderá fazer transferências a partir de sua conta corrente comum.

É importante notar que o HSBC manifestou o desejo de desfazer de suas operações no Brasil. Caso isso aconteça, pode não ser uma alternativa viável.

Vale a pena ter uma conta em outro país?

Antes de abrir uma conta em outro país para fugir do IOF é importante verificar se todos os custos irão realmente compensar os gastos com impostos. Para começar os valores transferidos para a conta internacional precisam ser declarados no imposto de renda, o que pode ser um problema. Além disso, o cliente fica presos às taxas de câmbio praticadas pelo banco.

Por outro lado, a abertura de uma conta permite que o cliente acompanhe a cotação da moeda em questão. Assim, é possível aproveitar as melhores cotações para ter um saldo disponível em suas viagens. A facilidade de realizar as transações pela internet e ter um cartão para pagamentos com segurança é outra vantagem. É fundamental ponderar todos esses pontos a fim de verificar se a abertura da conta vale a pena para você.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *