IPTU: O que é? Como Pagar?

Basta virar o calendário e um novo ano dar o ar da graça que somos inundados de impostos e taxas para pagar. Janeiro é conhecido pelas despesas extras, principalmente para quem tem filhos, imóveis ou veículos, que além de todos os impostos, como IPVA, IPTU, Seguro Obrigatório, ainda precisa se preparar para a matricula escolar, compra de material e outras coisas.

Vamos falar um pouco sobre uma dessas despesas de inicio de ano, afinal é sempre bom saber o que estamos pagando. Por isso, a pergunta que gostaríamos de lhe fazer é: Você sabe para o que serve o IPTU?

Se a resposta foi não, mas você ficou interessado em saber, então continue lendo e descubra para onde deveria ir os recursos arrecadados através do pagamento do IPTU para o seu município.

O que é o IPTU?

O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana, conhecido popularmente pela sigla IPTU é a fonte de recursos para infraestrutura do seu município. Em outras palavra este é o imposto responsável por garantir que a sua prefeitura tenha como financiar serviços essenciais para o bom funcionamento da cidade.

Alguns exemplos desses serviços são:

  • Segurança Pública;
  • Iluminação Pública;
  • Saneamento Básico;
  • Transporte Público;
  • Educação Básica;
  • Entre outros.

Obviamente, a destinação dos recursos depende muito da política adotada pela sua prefeitura, por isso os serviços mantidos com esse dinheiro variam de acordo com o local em que analisamos.

De maneira geral podemos definir o IPTU como um imposto municipal que garante à sua prefeitura, recursos para manter a cidade funcionando, algo que, infelizmente, sabemos que não funciona bem assim.

Apesar de todos os poréns que poderíamos enumerar, o ano está acabando e logo você precisará iniciar o pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana da sua cidade. Mas você sabe como fazer isso?

O que é IPTU?

Você sabe o que é IPTU? Então veja como efetuar o pagamento.

Como Pagar o IPTU?

Por se tratar de um imposto municipal detalhes como prazos, valores e condições de pagamento podem variar de um lugar para o outro. Um fator que também influência no custo final do seu imposto é a natureza da sua ocupação.

Em outras palavras, o IPTU é calculado de acordo com a forma de ocupação. Leva-se em conta a porcentagem e quantidade de área construída no seu terreno, algumas cidades também consideram o uso dessa construção (residencial ou não-residencial).

Para ter acesso aos detalhes do imposto praticado na sua cidade recomendamos que procure os canais de atendimento da sua prefeitura e consulte se os dados referentes ao calendário de pagamento do IPTU 2018 já foram divulgados ou tem data de divulgação prevista.

No geral, podemos dizer que as prefeituras costumam publicar essas informações logo no início do ano e oferecem certos descontos para aqueles que optarem pelo pagamento imediato, a chamada parcela única. O tamanho desse desconto vai depender das taxas da sua prefeitura.

Para aqueles que não tiverem condições financeiras de quitar o imposto, logo no início do ano, existe também a possibilidade de parcelar essa pagamento e diluir as cobranças ao longo do ano. Existem prefeituras que aceitam parcelamentos de até 10 ou 11 vezes, mas mais uma vez é preciso buscar informações junto a sua prefeitura para ter acessos às condições existentes para pagamento do imposto do seu imóvel.

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários que teremos o maio prazer em lhe ajudar.

[/caption]

Deixe sua mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *