Transferência do Caixa TEM Não Caiu, Para Onde Vai o Dinheiro?

Muitas pessoas estão enfrentando problemas com o aplicativo Caixa TEM, o novo app da Caixa Econômica Federal criado para facilitar o pagamento dos benefícios sociais a todos os brasileiros. O aplicativo está disponível para celulares Android e IOS, e os usuários podem obter informações sobre o Auxílio Emergencial, FGTS, Abono Salarial do PIS, Seguro-Desemprego, dentre outros auxílios e programas sociais.

Pelo app, pode-se receber os benefícios e realizar consultas de saldo, emissão de extratos, pagamentos e transferências para contas da Caixa e também outras, gratuitamente. Há o limite de R$ 600,00 por transação e R$ 1.000,00 por dia. 

Milhares de brasileiros optaram por receber o Auxílio Emergencial pelas contas digitais sociais da Caixa, que são movimentadas pelo Caixa TEM. Porém, diversas instabilidades têm sido relatadas pelos usuários, que não estão conseguindo acessar o app com facilidade. Algumas pessoas, após receberem o benefício na conta digital, demoraram até cinco dias para conseguirem efetivamente acessarem o app. E, ainda, estão sendo relatados problemas relativos à transferências. 

De acordo com os usuários do Caixa TEM, as transferências feitas a partir do app estão demorando demais para caírem nas contas as quais se destinam. E, em alguns casos, o dinheiro nem mesmo está sendo creditado nas contas indicadas. Assim, muitos se questionam, para onde o dinheiro vai? Em muitas destas situações, o dinheiro está sendo destinado a contas poupanças, criadas pelos próprios bancos, como está ocorrendo com o Banco do Brasil. Abaixo, saiba mais sobre estas questões. 

Transferência feita pelo Caixa TEM não caiu, o que fazer?

Como mencionado, muitas pessoas estão relatando problemas ao utilizar o aplicativo Caixa TEM. Por exemplo, falhas no acesso, ao gerar o token, problemas ao tentar acessá-lo sem o plano de dados do celular, dentre outras questões. De acordo com a Caixa Econômica Federal, estes problemas estão ocorrendo devido ao grande volume de pessoas que está tentando acessar o app e realizar transações. 

Um outro problema que está sendo muito relatado é a dificuldade de realizar as transferências. Como determinado pelo Banco Central do Brasil, as contas digitais sociais, que são controladas pelo Caixa TEM, devem disponibilizar transferências gratuitas, tanto para a própria Caixa quanto para outros bancos. Porém, este serviço não está sendo disponibilizado da forma correta. 

Muitos usuários não estão nem mesmo conseguindo concluir as transferências. Porém, outros passam por uma situação mais complicada: as transferências estão sendo concluídas, mas o dinheiro não cai na conta que foi indicada como beneficiária. 

Poupança Variação 73

O dinheiro pode ter ido para a Poupança com variação 73, caso a transferência seja feita para o Banco do Brasil;

É importante mencionar que todas as transferências feitas pelo Caixa TEM são por meio de DOC (Documento de Origem de Crédito). Assim, elas podem demorar até dois dias úteis para serem efetivadas, dependendo do horário em que foi feita. Caso a transação tenha sido feita em dia útil, até as 16h59, ela provavelmente será creditada no próximo dia útil. Porém, se foi feita após este horário, apenas no segundo dia útil. 

Entretanto, muitas pessoas estão aguardando este prazo mas, mesmo assim, o dinheiro não está caindo na conta destino. Afinal, para onde vai o dinheiro, se ele foi creditado na conta digital social e ainda não caiu?

Conta poupança automática

O que tem acontecido na maioria das situações semelhantes a esta, principalmente no que se tange aos valores enviados para o Banco do Brasil, é a criação de uma conta poupança. Em alguns casos, mesmo que tenha sido indicada uma conta corrente, o dinheiro vai para uma conta poupança, criada sem a solicitação do indivíduo. Por isso, confira se isto não ocorreu com você, caso esteja nesta situação.

O Banco do Brasil, por exemplo criou a poupança automática com variação 73, para que os indivíduos recebam o Auxílio Emergencial sem que ele seja debitado na conta corrente por possíveis dívidas. Esta poupança terá abertura automática, isenção de tarifa e não possuirá a emissão de cartão, cheques ou ordens de pagamento.

Ainda, uma outra possibilidade é ter ocorrido algum problema durante a transferência, o que está ocasionando um tempo de verificação da transação maior. O prazo de até dois dias dado pelos bancos é apenas uma estimativa, visto que, caso a instituição suspeite de fraudes ou queira verificar as informações de forma mais aprofundada, ele pode se estender.

[/caption]

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *