Como Funciona o Crédito Consignado: Guia Completo

Hoje em dia diversas pessoas buscam por opções de crédito para resolverem problemas pessoais, como endividamento, ou para investirem em si mesmos, seja com um curso ou tratamentos, dentre outros motivos. Esta linha de crédito que destina o dinheiro para fins pessoais, sem que haja comprovação referente ao uso futuro da quantia, é chamada de crédito pessoal. Uma das vertentes do crédito pessoal é o crédito consignado, cuja as parcelas de pagamento são descontadas diretamente no contracheque ou benefício do INSS.

O crédito consignado é procurado por muitos por ser uma das formas de obtenção de crédito mais fácil de se conseguir, devido à segurança que a empresa tem em relação ao pagamento. Assim, o processo para requerimento é simples, e pode ser solicitado por servidores públicos, aposentados, pensionistas e empregados de empresas privadas.

Como obter o Crédito Consignado?

Como mencionado, o crédito consignado é uma linha facilitadora de obtenção de crédito. É um empréstimo pessoal cujo os pagamentos são descontados do contracheque do indivíduo, ou mesmo do benefício do INSS. É um processo automático, de modo que garante os pagamentos das parcelas. Mesmo que a pessoa não queira pagar aquela parcela, será descontada.

Por isso, o crédito consignado é restrito à indivíduos assalariados, com carteira assinada, funcionários públicos, pensionistas e aposentados. Assim, somente pessoas que possuem renda garantida podem obter esta modalidade de crédito, visto que o pagamento deve ser regular. Por isso, também, o credito consignado é uma modalidade com uma contratação muito fácil e rápida. Isso é previsto pela Lei 10.820, como vê-se abaixo:

Art. 1o  Os empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, poderão autorizar, de forma irrevogável e irretratável, o desconto em folha de pagamento ou na sua remuneração disponível dos valores referentes ao pagamento de empréstimos, financiamentos, cartões de crédito e operações de arrendamento mercantil concedidos por instituições financeiras e sociedades de arrendamento mercantil, quando previsto nos respectivos contratos.

Taxas Empréstimo Consignado Privado

Taxas de Juros de Empréstimo Consignado Privado, 2019. Fonte: BxBlue

Para contratar o crédito, é necessário que o indivíduo apresente RG, CPF, comprovante de residência e contracheque na instituição financeira ou banco. No caso de beneficiários do INSS, é possível mostrar o extrato, retirado pelo site Meu INSS, que comprova o recebimento do benefício. É importante ressaltar que o empréstimo pedido não pode ter parcela de pagamento que comprometa mais de 30% do seu salário.

Não é necessário que a pessoa escolha o banco em que possui conta corrente. Exceto nos casos de funcionários de empresas privadas que possuem convênio com alguma instituição específica, pode-se escolher qualquer banco que apresenta as melhoras propostas de taxas, modo de pagamento, etc. Isso é de livre escolha.

Um aspecto muito interessante do crédito consignado é que ele pode ser concedido para pessoas que possuem cadastro negativo. Ou seja, para pessoas com “nome sujo”. Assim, o empréstimo consignado se torna uma opção para muitos que desejam apenas limpar o seu nome. Isso é benéfico quando estas dívidas adicionais possuem juros mais altos do que o crédito consignado, de modo que o cliente irá trocar uma dívida mais cara por uma mais barata.

Porém, mesmo sendo uma boa opção em alguns casos, é bom ressaltar que deve-se tomar cuidado para que as dívidas não virem uma bola de neve e prejudiquem o cliente, piorando a situação. Sempre analise se será uma boa opção e realmente obter um crédito consignado irá lhe beneficiar.

Caso a pessoa perca o seu emprego após a contratação do crédito, é necessário que ela procure a instituição na qual realizou a contratação do empréstimo e explique a situação. Nestes casos é comum que haja uma renegociação, para diminuição das parcelas até que a pessoa consiga uma nova fonte de renda. Também, é comum os casos em que, com o seguro desemprego, o recém desempregado quite toda a dívida, evitando transtornos e possível inadimplência.

Na hora de procurar por um empréstimo consignado, pesquise quais são as melhores opções de taxas. A taxa do consignado possui um teto máximo, de modo que não podem ultrapassar este valor. Mas elas variam de banco para banco, e por isso, uma pesquisa é necessária.

Aposentados e pensionistas possuem uma linha ainda mais facilitada, com juros menores. A taxa de juros mensal do Banco Inter em janeiro de 2019 era 1,41%, e do banco Santander, 1,95%. As taxas também se diferenciam caso o trabalhador seja público ou privado. No caso do Banco Itaú, a taxa era 2,21% para trabalhadores públicos, e 3,03% para privados.

Por isso, pesquise e tenha ciência de todas as opções antes de decidir onde irá contratar o crédito. Mesmo que a taxa privada seja maior que a do INSS e Público, ainda é um valor muito vantajoso, frente à outros empréstimos pessoais disponíveis no mercado.

[/caption]

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *