Quais as linhas de Crédito Rural? Documentos e como conseguir

Para que o país possa crescer, existem linhas de crédito que recebem incentivos do governo em determinados setores. Embora o momento seja de incerteza quanto às novas políticas públicas, atualmente existe o crédito rural que possui juros menores e outras facilidades para o pagamento.

São vários os tipos de crédito rural entre eles empréstimos financiamentos, todos para auxiliar o produtor rural, este crédito tem condições muito especiais de pagamento que não podem ser encontrados no mercado financeiro comum.

O Crédito Rural, uma vez destinado ao produtor, pode ser utilizado de forma a investir em diversas áreas do campo, financiando os custos dos produtos agropecuários, seja através da produção ou comercialização. Isso inclui, estruturas de beneficiamento, armazenamento, distribuição etc.

Quem pode solicitar o Crédito Rural?

O Crédito Rural pode ser adquirido via bancos, BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), cooperativas e Fundos Constitucionais de Financiamento tanto por pessoas físicas, jurídicas, associações e cooperativas que atuem na atividade rural.

Para conseguir o crédito é necessário, então, procurar uma instituição financeira de sua preferência, desde que ela trabalhe com a modalidade de crédito e enviar uma apresentação dos projetos a serem desenvolvidos e a viabilidade do negócio. Após isso, basta a aguardar aprovação do crédito.

Tipos de Crédito Rural

credito rural

O Crédito rural auxilia o produtor financeiramente

Crédito Custeio: Utilizado para cobrir despesas de produção agrícola ou de atividades pecuárias relacionadas que incluem a aquisição de sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas, compra de vacinas, rações e medicamentos para animais.

Custeio Fácil: Para as mesmas razões do Crédito Custeio citado acima, mas tem algumas facilidades se o valor solicitado for inferior a R$300 mil.

Custeio Antecipado: Crédito que pode ser liberado até 270 dias antes do plantio, servindo para o agricultor planejar e melhorar a renda e condições para o trabalhador.

Custeio PRONAMP/Custeio PRONAMP para Cooperativas: Um crédito direcionado para cooperativas e produtores que estejam amparados pelo PRONAMP (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural). Este crédito pode ser usado em vacinas, medicamentos e rações para os animais mas também para compra de sementes, fertilizantes e defensivos usados na agricultura.

Investimento PRONAMP: utilizado por cooperativas e produtores rurais que sejam amparados pelo PRONAMP. O intuito desta categoria é de fornecer meios para compra máquinas e equipamentos, ampliações de plantio e animais, de forma a modernizar e facilitar a produção.

Custeio PRONAF para cooperativas: Uma linha de crédito direcionada para cooperativas de crédito que auxiliam as pessoas que participam do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

Crédito de Comercialização para Cooperativas: Antecipa recebíveis das comercializações dos produtos rurais, baseado na venda, antecipando o que seria recebido no futuro em até 240 dias antes da venda e baseado na captação futuro.

Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor: Financiamento que garante ao produtor a compra dos produtos cooperados a um preço mínimo PGPM (Política de Garantia de Preços Mínimos) ou ao do preço de referência definido no MCR (Manual de Crédito Rural) e FGPP (Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor).

Assistências Técnicas e Extensão Rural (ATER): este crédito precisa de ter um convênio com a instituição financeira, dedicado a um profissional ou empresas especializadas em aumento de produção e beneficiamento. Industrialização e preservação do meio ambiente.

Crédito Investimento: Crédito direcionado ao agronegócio, principalmente como aquisição de equipamentos, máquinas, animais, tratamento de solo e construções.

Modernização de Frota: uma linha de crédito direcionada, como o nome indica, para a aquisição de veículos utilizados no campo como tratores, colheitadeiras, caminhões etc. O dinheiro tem origem no BNDES/FINAME, sendo que tudo que for comprado com este crédito precisa ser nacional.

Agropecuária: esta linha vem a partir do BNDES sendo direcionada para o investimento em inovações tecnológicas que possam melhorar a produção das atividades.

Como conseguir um Crédito Rural?

Para conseguir um Crédito Rural, primeiro procure uma instituição financeira que ofereça este tipo de crédito. Os documentos podem variar de acordo com a linha de crédito, mas no geral, é interessante já preparar os seguintes documentos:

Documentos Pessoais:
Ficha de cadastro disponível na instituição ou online;
Cópia do documento de identidade e CPF;
Comprovante de estado civil (se casado, também os documentos pessoais do cônjuge);
Cópia de comprovante de residência atual;
Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física;
Imposto sobre a propriedade Territorial Rural – ITR.

Proposta de crédito Rural:
Declaração de classificação do produtor rural;
Declaração de recursos controlados;
Solicitação de Orçamento Simplificado;
Orçamento Simplificado – plano ou projeto;
Laudo de avaliação dos bens oferecidos em garantia;
Licença Ambiental a depender da situação;
Certidão de Matrícula e de Ônus do Imóvel atualizada;
Contrato de arrendamento, se for o caso;
Carta de Anuência – Arrendatário;

Outros certificados:
Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), INCRA;
CROQUI – Roteiro de localização e identificação do imóvel;
CRF do FGTS – para clientes inscritos na CEI;
CND relativos ao ITR;
CND do mutuário, avalistas e intervenientes;
Ficha Sanitária.

A instituição financeira pode exigir outros documentos ao interessado no Crédito Rural.

[/caption]

Comentários
  1. José Carlos Naipe

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *