CPF Suspenso: O que Pode ter Acontecido?

O CPF, Cadastro de Pessoa Física, é um número necessário a todos os cidadãos brasileiros. Ele é preciso para realizar cadastros em bancos, declarar imposto de renda, ser incluso como dependente, dentre outros usos. Porém, você sabia que o CPF de uma pessoa pode ficar suspenso? Esta situação pode prejudicar maleficamente o indivíduo, por isso deve ser resolvida.

A suspensão do CPF pode ocorrer por diversos motivos, como por exemplo a irregularidade de algum dado do cadastrado. Porém, como o CPF também esta ligado ao Título de Eleitor, pode ser algum problema nesse aspecto. Você pode resolver esta complicação tanto online quanto presencialmente. Saiba como abaixo.

CPF suspenso? Saiba o que fazer

Como mencionado, o CPF é um cadastro obrigatório a todos. Isso porque o número fornecido é utilizado para diversos fins, como abertura de conta corrente ou poupança, realizar empréstimos, tirar o passaporte, participar de concursos públicos, ser inclusivo como dependente no Imposto de Renda, etc.

Em 2018, cerca de 25 milhões estavam suspensos. O CPF pode estar em observação, pendente de regularização, suspenso, cancelado, como titular falecido, nulo e regular. Em casos de suspensão indica que há alguma irregularidade com os dados do cadastrado, o que pode ser falta de informação, dados errados, etc. Também pode ser algo relativo ao Título de Eleitor.

Como regularizar o CPF?

Caso você suspeite que seu CPF esteja suspenso e queira comprovar a situação, acesse o Comprovante de Situação Cadastral no CPF. No site indicado, da Receita Federal, preencha a lacuna com seu CPF e data de nascimento.

A regularização do CPF pode ser solicitada apenas pelo contribuinte que estiver com a situação cadastral suspensa e não esteve obrigado a entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física nos últimos cinco anos. A regularização pode ser solicitada pelo próprio contribuinte (quando maior de 16 anos), seu representante legal, judicial ou procurador.

Regularização de CPF online.

Faça sua solicitação de regularização de CPF online.

Você pode realizar o pedido de regularização pela internet, de forma gratuita e nas agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios, por R$7,00. Além disso, também pode ser feito representações diplomáticas brasileiras no exterior e pelo número +55 11 3003 0146. Nesta última opção, o custo é apenas os de ligação para o exterior.

Para regularizar pela internet, acesse a aba de Pedido de Regularização do CPF, no site da Receita Federal. Faça a sua identificação, inserindo o número do CPF, nome, data de nascimento, sexo, naturalidade, UF, título de eleitor, nome da mãe e outras informações adicionais obrigatórias.

No espaço de endereço, insira o seu CEP, município, UF, logradouro, número, complemento, bairro, telefone e DDD. Depois, clique em enviar, no botão na parte inferior da página.

No caso de pessoas menores de 16 anos, tutelado, curatelado ou outra pessoa sujeita à guarda judicial e pedidos feitos por procuradores, é necessário se apresentar em uma Unidade de Atendimento da Receita Federal e apresentar os documentos que iremos citar a seguir.

Para regularização de menores de 16 anos, deve-se apresentar documento de identificação do contribuinte, que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento, número de inscrição no CPF e título de eleitor, protocolo de inscrição ou qualquer outro documento que comprove o alistamento eleitoral ou certidão da Justiça Eleitoral atestando a inexistência da obrigatoriedade do alistamento eleitoral.

No caso da regularização ser feita para menor de 16 anos tutelado, curatelado ou outra pessoa sujeita à guarda judicial, deve-se apresentar documento de identificação do menor, tutelado, curatelado ou de outra pessoa física sujeita à guarda judicial, que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento. Além disso, documento de identificação de um dos pais, tutor, curador ou responsável pela guarda em virtude de decisão judicial, documento que comprove a tutela, curatela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, de incapaz ou interdito e número de inscrição no CPF.

Se o pedido de regularização for feito por procurador, os documentos são os mencionados acima, dependendo do caso, mais o documento do procurador que comprove sua inscrição no CPF e instrumento público de procuração, ou instrumento particular com firma reconhecida.

Em alguns casos, mesmo que a regularização seja feita pela internet, será necessário que o cadastrado compareça em uma unidade de atendimento da Receita Federal para concluir o processo em até 90 dias, após a comunicação feita na hora da solicitação. Ainda, faça a sua Consulta Andamento do Pedido e Impressão do Comprovante de Inscrição no CPF.

[/caption]

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *