Como Renegociar suas Dívidas Bancárias Sem ir à Agência?

Muitas vezes adquirimos dívidas com os bancos, e eles nos oferecem parcelamentos e modos de pagamento que não pesem em nosso orçamento. Porém, na situação atual, muitas destas negociações estão precisando ser revistas, visto os índices de inflação, taxa de desemprego crescente, dentre outros motivos. Antigamente, era necessário que o cliente fosse até uma agência do banco e fizesse uma proposta para o gerente de contas. Porém, hoje isso não é mais necessário.

Os bancos, para facilitar tanto a vida dos clientes quanto o processe de negociação em si, oferecem meios online e também por telefone para que os indivíduos façam uma nova proposta de negociação de suas dívidas. O banco Bradesco, por exemplo, oferece aos clientes a opção de, pelo Internet Banking, insiram novos valores de parcela e façam uma nova proposta. Confira abaixo mais maneiras de renegociar suas dívidas sem ir à agência, além de conhecer algumas dicas para que este processo seja benéfico para você.

Como renegociar minha dívida remotamente?

Primeiro, é importante ressaltar que, caso tenha a oportunidade, é recomendado que este processo de renegociação seja feito pessoalmente. Isso porque os contratos possuem diversas cláusulas, as quais você pode perder caso o seu atendimento seja por telefone, por exemplo. Pessoalmente, o cliente tem mais autonomia para entender as propostas, conversar com o atendente e tentar achar um meio termo que seja interessante tanto para ele quanto para o banco.

Entretanto, caso esteja sem tempo ou prefere fazer o processo remotamente, saiba que os bancos oferecem esta opção. Hoje a maioria dos bancos proporcionam aos clientes que eles renegociem suas dívidas pela internet. Segundo Luiz Henrique Garcia, CEO da plataforma Quite Já!, 30% das dívidas bancárias em 2018 foram negociadas online. A internet está presente em todos os aspectos de nossas vidas, e isso só tende a aumentar.

Existem os sites oficiais dos bancos, que comumente já oferecem a opção de renegociação, e também as plataformas online que fazem este serviço para o cliente e o assiste em todas as etapas. Elas fazem o “meio de campo” de todo o processo. Abaixo, iremos falar um pouco sobre suas opções, confira:

Banco do Brasil: Você pode renegociar suas dívidas com o BB clicando aqui. Entrando nesta página, basta você clicar em “Renegocie Agora”, no canto esquerdo da página. Irá abrir uma nova página, intitulada de Autoatendimento Pessoa Física. Insira sua agência, conta e senha de 8 dígitos do autoatendimento. Pela plataforma você tem acesso à redução de taxas, ampliação de prazo e condições diferenciadas para pagamento à vista.

Pela plataforma do BB você tem acesso a renegociação de dívidas, basta inserir seus dados.

Caixa Econômica Federal: A Caixa possui um canal de atendimento próprio para este fim, o qual você pode acessar clicando aqui. Por ele, o cliente se identifica, primeiramente, e depois tem acesso às opções de negociação, de forma fácil e rápida. É necessário apenas informar o motivo da sua renegociação e também a sua capacidade mensal de pagamento.

Santander: O Santander oferece aos clientes que eles acessem sua plataforma, o que você pode fazer clicando aqui, e tenham acesso a ofertas, possam fazer a simulação, contratação e após isso, ainda recebem o seu comprovante. Faça o seu login do Internet Banking, acesse o Portal de Renegociação e após isso, comece o seu processo. Esta renegociação também pode ser feita pelo aplicativo Santander Way, caso seja referente ao cartão de crédito, ou no aplicativo oficial.

Bradesco: O Bradesco oferece aos seus clientes várias opções de renegociação, como o App Bradesco, Autoatendimento, Fone Fácil e também pelo Internet Banking. Para acessar o Internet Banking, clique aqui. Faça seu login e comece sua renegociação, tendo sempre em mente o valor mensal com o qual você pode arcar.

Limpa Nome: Esta plataforma é a própria do Serasa, o órgão de análise de crédito. Por meio desta ferramenta você pode renegociar suas dívidas com diversos bancos, como Itaú e Santander, e também empresas, como Anhanguera e Elmo. Acesse-a e faça o seu cadastro. Você pode também consultar o seu CPF e analisar como está sua situação.

Quite Já!: Pela Quite Já!, tanto pessoas físicas como jurídicas podem renegociar suas dívidas. A plataforma está disponível 24 horas. Informe o seu CPF e clique em “Negociar Dívidas”.

Dicas para Renegociar suas Dívidas

Primeiramente, tenha em mente o que lhe levou a esta situação. Encare sua realidade, e faça as contas de quanto você gastar mensalmente. Registre sua renda líquida do mês e depois, desconte os gastos essenciais, como luz, água, aluguel, internet, compras mensais, dentre outros. Após isso, faça uma margem de emergência, pois de forma alguma toda a sua renda deve ficar comprometida. Caso haja algum imprevisto, você deve ter dinheiro para lidar com ele, como uma possível doença.

Após isso, contate o banco ou alguma plataforma online que ofereça o serviço de renegociação. Como dito anteriormente, é mais interessante financeiramente ao cliente que ele contate o banco pessoalmente, pois a negociação será mais pessoal, e não padronizada como acontece nas feita remotamente. Se isso não for possível, escolha um site confiável, nunca se esqueça disso. De preferencialmente, os próprios dos bancos.

Analise muito bem a proposta que será feita. Veja que as parcelas cabem no seu bolso, e se elas não irão lhe comprometer de forma alguma. Feito isso, confirme sua renegociação e se planeje financeiramente a longo prazo para arcar com esta quantia.

[/caption]

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *