Como consultar um Envelope depositado no Caixa Eletrônico BB

Você sabia que é possível acompanhar o andamento de um depósito feito por meio de um envelope no caixa eletrônico? O Banco do Brasil disponibiliza essa ferramenta para que você tenha certeza que tudo deu certo. O objetivo é que o depositante fique mais seguro ao fazer a transação. Afinal, o comprovante de depósito atesta apenas a certeza de que a operação foi feita e não de que a quantia chegou corretamente até o destinatário.

Para isso, existem alguns passos a serem dados, além de muitos cuidados a serem tomados ao fazer um depósito por envelope no caixa eletrônico, seja no Banco do Brasil ou qualquer outra instituição. Fique atento às dicas.

Como consultar o envelope

O Banco do Brasil criou um sistema online para consultar um envelope depositado no caixa eletrônico. Nele, é possível verificar se a quantia já caiu na conta destinada, se houve algum erro e qual a justificativa para ele. Caso algo de errado tenha acontecido, o depositante deve entrar em contato com a agência onde fez o procedimento para achar uma solução.

No sistema, o cliente tem a possibilidade de pesquisar o histórico da transação por meio da identificação do depósito. Para fazer a consulta, basta acessar a seguinte página do Banco.

comprovante deposito bb

Os dados do envelope nos campos para saber sobre o depósito do dinheiro ou cheque

Tudo que você precisa fazer é digitar o número da agência onde se localiza o terminal em que foi feito o depósito, o número de identificação do envelope e um código de segurança. Feito isso, será mostrado se o depósito ainda está em andamento, se foi concluído e se os valores já estão disponíveis na conta do beneficiário.

Você só não pode se esquecer de anotar o número do envelope antes de colocá-lo no caixa eletrônico para não correr riscos com a impressão do comprovante. Guardar o comprovante também é extremamente importante para cobrar eventuais erros ocorridos por parte do banco.

Prazos de compensação

Antes de se desesperar por um depósito que foi feito, mas ainda não caiu na conta de alguém, lembre-se dos prazos para compensação dos valores. O tempo é diferente do que ao fazer uma transação no guichê de atendimento.
No caso de depósitos feitos em dinheiro por meio de envelopes, feitos até as 16 horas, o valor deve cair na conta do beneficiário até o fim do dia útil seguinte. Já no que diz respeito aos depósitos em cheques, feitos até as 16h, o prazo é de 72 horas úteis para cair na conta.
Isso acontece porque o banco funciona somente até as 16 horas, apesar de os caixas eletrônicos continuarem funcionando. Caso a transação seja feita depois desse horário, deve-se contar o prazo a partir das 10h do dia útil seguinte, que é quando o banco é aberto novamente.

Cuidados no depósito por envelope

Ao realizar um depósito em envelope, tome alguns cuidados. Além de anotar corretamente o número do envelope e guardar o comprovante, verifique se todos os dados estão escritos corretamente e com letra legível, para evitar dor de cabeça mais tarde. O envelope pode ir parar na conta errada, simplesmente por um número errado ou uma letra que ninguém entenda. Além disso, é proibido fazer rasuras. Você também precisa verificar se os dados estão corretamente digitalizados, antes de concluir a operação.

Outra dica diz respeito às notas falsas. Caso você não perceba, mas insira uma nota falsa, o sistema irá considerar o depósito inválido e é impossível reaver o dinheiro de volta, uma vez que o banco é orientado a destruir todo o dinheiro falso que receber.

Por fim, é importante lembrar que os depósitos feitos em terminais de autoatendimento possuem limites de valores. Se você vai depositar uma quantia em dinheiro, pode colocar no máximo 50 cédulas e o valor não pode ultrapassar 5 mil reais, além de ser proibido colocar moedas. Já em relação aos cheques, o valor máximo é de 50 mil e não se pode ultrapassar a quantidade de 50 cheques por envelope.

[/caption]

Comentários
  1. Tainah pereira Campos

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *